ÁGUA DE CHEIRO - SANTA CRUZ,RN

ÁGUA DE CHEIRO - SANTA CRUZ,RN
R. Amaro Cavalcante, 44,próximo a Igreja Matriz

Santa Cruz tem REDECON

Canaã Modas

Canaã Modas

17 de jan. de 2020

Matrículas na Rede Estadual de Ensino seguem até fevereiro


A Secretaria Estadual de Educação (SEEC) iniciou ainda no final do ano passado, o período de matrículas para o ano letivo 2020 na rede pública de ensino. Até o dia 30 de novembro, estiveram abertas as solicitações de matrículas antecipadas para estudantes com necessidades educacionais especiais.

O calendário completo segue até fevereiro próximo, e todo o processo – incluindo matrícula, rematrícula e transferência – será realizado através do portal do Sistema Integrado de Gestão da Educação (SIGEDUC), que é um portal na internet onde pais e responsáveis ou até mesmo o aluno, tem acesso a todas as informações acerca da vida estudantil.

O cadastro no sistema apenas reserva uma vaga em uma das escolas. Depois é necessário ir até a escola para efetivar a matrícula.

Os pais ou responsáveis pelo aluno que tem interesse de matrícula na rede estadual e que não possui habilidade para lidar com a ferramenta da internet ou não tem acesso a ela, existe o que a Secretaria de Estado da Educação caracterizou de “Escola Mãe”, ou seja, é uma escola que está apta a receber esse público de forma centralizada.

As escolas técnicas da rede estadual irão funcionar nos mesmos moldes do ano passado, ou seja, a Escola Estadual João Ferreira de Souza, localizada no bairro Paraíso, irá funcionar o curso técnico em Administração, enquanto a Escola José Bezerra Cavalcante, conhecida como “Pedagógico”, com o curso de Guia de Turismo.

Apesar da SEEC estar finalizando o relatório de “distribuição de vagas”, elaborado a partir dos dados repassados por cada uma das 604 escolas que fazem parte da rede pública do estado, “o relatório que indica o número de vagas disponíveis/ofertadas pela rede estadual é muito dinâmico.

Alguns critérios para preencher essas vagas são: em primeiro lugar é verificado se o aluno que se candidatou a uma dessas vagas vem de escola pública. O segundo ponto observado é a vulnerabilidade social.

Ao todo, a Direc de Santa Cruz é responsável por nove escolas na zona urbana.
Via https://radiosantacruzam.com.br

Governo divulga aumento do piso salarial de professores


O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Educação, Abraham Weintraub anunciaram, nesta quinta-feira (16), em uma Live o aumento do piso salarial dos professores da educação básica em início de carreira, de R$ 2.557,74 para R$ 2.888,24.

Este reajuste já estava previsto na Lei do Piso (Lei 11.738), de 2008, que estabelece aumento anual no mês de janeiro.

Na prática, o governo apenas aplicou um reajuste automático e previsto na legislação. A lei determina o cálculo base do reajuste na variação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Como, neste ano, Estados e municípios tiveram uma receita maior, o valor mínimo repassado para alunos foi reajustado em 12, 84% -- porcentagem de aumento nos salários base dos professores (entenda o cálculo abaixo).

Entenda o cálculo

O Fundeb, criado em 2007 por uma lei que expira em 2020, reúne parte dos impostos arrecadados pelos estados e pelo Distrito Federal ao longo do ano. A União participa com 10% adicionais sobre esse somatório. Em 2019, o Fundeb reuniu R$ 166,61 bilhões.

Esse montante, uma vez reunido, é repassado para as unidades da Federação que tiveram a menor arrecadação (e com isso, o menor investimento) por aluno. Em 2019, nove estados do Norte e do Nordeste receberam essa complementação.

A previsão do governo era de que, com esse repasse, os alunos desses nove estados receberiam um investimento mínimo de R$ 3.238,52 por ano – valor 6,22% maior que o de 2018.

Com a melhora na arrecadação dos estados, no fim do ano, esse valor subiu para R$ 3.440,29 – alta de 12,84%. Isso significa que, no ano passado, esse foi o investimento mínimo por aluno nos estados que investiram menos.

A Lei do Piso prevê que esses mesmos 12,84%, referentes à alta no Fundeb por aluno, devem incidir sobre o piso dos professores. É por isso que, em 2020, o piso do magistério subirá de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24. Via G1

16 de jan. de 2020

Ministério da Agricultura identifica contaminação em oito rótulos de cervejas da Backer


O Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento afirmou na tarde desta quinta-feira (16) que identificou as substâncias dietilenoglicol e monoetilenoglicol em oito rótulos produzidos pela cervejaria Backer, de Belo Horizonte. Quatro pessoas morreram: em uma delas, a Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais confirmou intoxicação por dietilenoglicol após consumo da cerveja; outras três mortes estão em investigação.

De acordo com o Mapa, no total são 21 lotes contaminados, sendo que um deles foi usado para produzir dois rótulos. Além das marcas Belorizontina e Capixaba divulgados anteriormente, foram encontradas as substâncias tóxicas em outras seis marcas:

Backer D2
Backer Pilsen
Brown
Capitão Senra
Fargo 46
Pele Vermelha

As análises são realizadas pelos Laboratórios Federais de Defesa Agropecuária. Na semana passada, o Ministério da Agricultura interditou a fábrica da Backer, localizada no bairro Olhos D’água, na Região Oeste de Belo Horizonte. Na ocasião, foram apreendidos 139 mil litros de cerveja engarrafadas e 8.480 litros de chope. Também foram lacrados tanques e demais equipamentos de produção.

A Polícia Civil de Minas investiga se o consumo da cerveja Belorizontina contaminada com a substância dietilenoglicol está relacionada com a morte de quatro pessoas decorrentes da chamada síndrome nefroneural. Ao todo a corporação investiga 18 casos da doença no estado.

Mega-Sena, concurso nº 2.224: ninguém acerta as seis dezenas; confira as dezenas sorteadas


Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.224 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta (15) em São Paulo (SP). O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 

16 - 23 - 32 - 50 - 52 - 58.

A quina teve 28 apostas ganhadoras; cada uma ganhará R$ 78.328,49. Já a quadra teve 2.283 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 1.372,37.

Prefeitura Municipal de Tangará divulga resultado parcial dos exames de títulos do processo seletivo simplificado


RESULTADO PARCIAL DOS EXAMES DE TÍTULOS DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO N° 001/2020

CARGO DE NÍVEL MÉDIO
TÉCNICO DE ENFERMAGEM
CARGO DE NÍVEL SUPERIOR
TERAPEUTA OCUPACIONAL

15 de jan. de 2020

Vende-se dois terrenos em ótimas localizações em Santa Cruz,RN; Confira mais detalhes

VENDE-SE DOIS TERRENOS EM SANTA CRUZ; um localizado próximo a CLINICA DE HEMODIÁLISE no valor de 28 MIL, e outro próximo ao POSTO DE SAÚDE valor 23 mil, ambos no CONJUNTO CÔNEGO MONTE em Santa Cruz, RN. Terrenos medem 10x20. OS INTERESSADOS ENTRAR EM CONTATO NO 84 98750.2077.

Prefeitura de Santa Cruz confirma dois dias de programação carnavalesca na cidade


A Prefeitura de Santa Cruz confirmou que promoverá dois dias de programação carnavalesca na cidade. Assim como ocorreu em anos anteriores, a festa acontecerá no sábado (22 de fevereiro) e na terça-feira (25).

O prefeito Ivanildinho se reuniu, na tarde/noite desta terça-feira (14), com a comissão de eventos da Prefeitura de Santa Cruz para definir toda a programação do carnaval em Santa Cruz e a estrutura necessária para a realização da festa.

A festa contará com o tradicional desfile dos blocos no sábado de carnaval, na Praça Cel. Ezequiel Mergelino, e no mesmo dia, festa na Vila de Todos.

Na terça-feira, último dia de carnaval, haverá também shows na Vila de Todos.

A Prefeitura de Santa Cruz novamente irá ofertar para os blocos do município, cadastrados na secretaria municipal de Cultura, uma ajuda de custo por meio de edital, que deverá ser lançado nos próximos dias.

O tema do carnaval 2020, bem como as atrações que irão se apresentar na Vila de Todos serão definidas e divulgadas até o final do mês.
Foto: Alex Santos/ Informações http://www.santacruz.rn.gov.br

Governo do RN anuncia pagamento da folha atrasada de novembro de 2018

O Governo do Rio Grande do Norte anunciou para o próximo dia 15 de fevereiro o pagamento dos salários atrasados de novembro de 2018. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (15) pelo secretário de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire, durante reunião com o Fórum de Servidores.

“Nós estamos finalizando as negociações com o Banco Daycoval acerca do empréstimo no valor de R$ 180 milhões”, declarou o secretário, referindo-se à negociação que tem como garantia os royalties de petróleo e gás que serão recebidos entre janeiro de 2020 a setembro de 2022.

Quanto ao calendário de pagamentos para 2020, o secretário da Casa Civil, Raimundo Alves, afirmou que equipe econômica do governo está avaliando as possibilidades. Segundo ele, as datas serão divulgadas na próxima reunião com os servidores, agendada para a quarta-feira (22).

De acordo com o Governo do Estado, na ocasião também será determinado o teto salarial para que possam ser estabelecidas as datas e a forma de pagamento. Ou seja, quem receberá o salário integral no dia 15 de cada mês e quem o receberá fracionado (30% no dia 15 e o restante no final do mês).

Ainda segundo informou o Poder Executivo, após a efetivação do pagamento da folha de novembro de 2018, o governo iniciará nova rodada de negociação com os servidores. Essas reuniões terão objetivo de apresentar as alternativas para o pagamento do restante dos atrasados: folhas de dezembro e 13º de 2018. Via G1/RN

PUBLICIDADE:

Maconha pode piorar vício em cocaína e crack, aponta estudo


Pessoas com dependência em cocaína e crack por vezes associam fumar maconha a uma forma de atenuar a "fissura", ou ansiedade, por aquelas drogas. Essa associação já foi inclusive endossada no passado por pesquisas científicas e profissionais de saúde como estratégia de redução de danos.

Mas não é o que indicam agora pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) em um artigo publicado em dezembro no periódico internacional "Drug and Alcohol Dependence".

Acompanhando o histórico de 123 pessoas em etapas de um, três e seis meses — 63 dependentes de cocaína e usuários recreativos de maconha; 24 dependentes de cocaína, apenas; e 36 voluntários saudáveis, sem histórico de uso de drogas, compondo um grupo controle —, os autores afirmam praticamente "descartar" o uso da maconha fumada como estratégia de tratamento para dependentes de cocaína.

Isto porque, a médio e longo prazo, a associação entre essas drogas mostrou maior propensão à recaída e piora em capacidades cognitivas, como na atenção e memória. Mas não descartam, porém, o potencial de exploração para tratamento da dependência em cocaína de uma substância específica da maconha, o canabidiol. Isolado, este componente tem demonstrado efeito terapêutico para outros usos.

Apesar de ser focar dependentes de cocaína (ou crack, originado da mesma planta, mas fumado), os pesquisadores da USP dizem que seus resultados têm ressonância no uso recreativo da maconha pelo público em geral e seus efeitos psiquiátricos (confira mais abaixo).

"A cocaína está no grupo das substâncias denominadas estimulantes, como a metanfetamina e outros sintéticos. Já a maconha tem uma classificação de droga perturbadora da atividade mental, que pode produzir efeitos psicóticos, mas cujo uso é associado a uma sensação de relaxamento, de diminuição da ansiedade. São efeitos encarados como complementares, portanto a frequência que vemos dos usuários associarem essas substâncias", explica Hercílio Pereira de Oliveira Júnior, primeiro autor do artigo, doutor e pesquisador em psiquiatria na Faculdade de Medicina da USP.

Resultados inéditos

Os dependentes em cocaína participantes passaram um mês tratando-se em internação voluntária no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da USP e, depois, foram acompanhados por um mês pela equipe. Eles eram predominantemente homens, com idades entre 25 e 35 anos e mais ou menos dez anos de escolaridade. Já o grupo controle foi formado por funcionários do hospital e de um posto policial próximo, por estudantes de uma escola nas redondezas e moradores da vizinhança.

Um mês após a alta, mantiveram a abstinência 77% dos dependentes de cocaína que também fumavam maconha; após três meses, 35%; seis meses, 19%.

Já no grupo de dependentes de cocaína que não fizeram uso de maconha, 70% mantiveram a abstinência após um mês de alta; três meses depois, o percentual foi de 44%; e seis meses, 24%.

Assim, no primeiro mês, o grupo que também fumava maconha se manteve mais abstinente, mas depois do terceiro mês, a tendência se inverteu, indicando possíveis danos desta combinação de drogas em um prazo maior.

Em comparação ao grupo controle, o estudo encontrou ainda piores indicadores neurocognitivos nos dois grupos dependentes de cocaína em habilidades como memória, velocidade de processamento e tomada de decisão. Mas aqueles que usavam também maconha tiveram resultados ainda piores nas chamadas funções executivas — ligadas por exemplo à capacidade de sustentar a atenção em certos contextos, memorizar informações e planejar comportamentos mais complexos. Estes mostraram ainda maior dificuldade para frear impulsos.

Estas habilidades foram medidas com testes cognitivos e exames de neuroimagem. Durante o processo, os participantes foram monitorados também com exames de urina, para verificar o eventual uso de drogas.

Os autores defendem o ineditismo dos experimentos resultados, até mesmo a nível mundial, por incluir uma amostra razoavelmente homogênea e numerosa, um grupo controle, testes de urina para excluir o uso de outras drogas e uma bateria intensa de testes de acompanhamento.

Mas apontam também limitações, como a não consideração de outras variáveis que não o uso de drogas com possível interferência em funções cognitivas, por exemplo a qualidade do sono; e ainda a falta de um grupo formado por usuários exclusivamente de maconha, que poderia contribuir para o entendimento isolado dos impactos desta droga.

Experiência com metadona na reabilitação de usuários de heroína

Desde os anos 1990, substâncias como a metadona (do grupo dos opioides) têm sido usadas como estratégia de redução de danos na reabilitação de dependentes de heroína e de outras drogas injetáveis, com resultados positivos em alguns países. A partir da experiência com a heroína, alguns estudos anteriores — para o grupo da USP, com lacunas importantes e sem evidências suficientes — vinham defendendo também a maconha fumada como estratégia eficaz no tratamento de usuários de cocaína e crack.

"Ficamos mais ou menos 20 anos com a ideia, com estudos pouco definidos e controlados, de que a maconha poderia fazer bem (no tratamento da dependência em cocaína). Alguns grupos e terapeutas chegavam a sugerir o uso de maconha para pacientes dependentes de cocaína sem a validação científica", diz Paulo Jannuzzi Cunha, um dos autores do artigo e professor da pós-graduação em psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP.

Não há tratamento farmacológico aprovado para o tratamento da dependência de cocaína. Em linhas gerais, especialistas indicam algumas estratégias, como a terapia cognitivo-comportamental e o tratamento médico-psiquiátrico de transtornos associados ao vício, como depressão e hiperatividade.

O LIM-21 defende especificamente, no caso de crise e necessidade de desintoxicação, a internação breve e de caráter voluntário, para evitar o isolamento da sociedade, e com uma equipe multidisciplinar e técnica.

O que resultados com dependentes podem indicar sobre público mais amplo.

Uma outra limitação do artigo publicado no Drug and Alcohol Dependence, segundo seus próprios autores, foi a impossibilidade de analisar o tipo de maconha usada pelos participantes, já que eles consumiam a droga em casa ou em suas atividades sociais.

'Ficamos mais ou menos 20 anos com a ideia, com estudos pouco definidos e controlados, de que a maconha poderia fazer bem (no tratamento da dependência em cocaína)', diz Paulo Jannuzzi Cunha 

Assim, não foi possível precisar se o TCH ou o canabidiol (CBD), duas das substâncias mais importantes na maconha, puderam ter maior ou menor contribuição para os efeitos negativos em usuários de cocaína e crack.

Em outras frentes, o canabidiol especificamente tem se destacado por seus efeitos terapêuticos.

"Existem alguns estudos mostrando que o CBD puro pode ser terapêutico em várias questões psiquiátricas. A gente não tem ainda nenhum estudo com o CBD como tratamento que poderia ser dado para o paciente. É possível que o CBD isolado e controlado — e não a maconha fumada, nosso estudo praticamente descartou essa estratégia — possa trazer algum benefício (no tratamento para dependência em cocaína). Precisa ser investigado", diz Cunha.

A publicação destaca que, isoladas, cocaína e maconha já tiveram constatados efeitos negativos em funções neurocognitivas. Da cocaína, estudos já apontaram para déficit na atenção, fluência verbal, processamento espacial e altas taxas de morbidade e mortalidade. A maconha, por sua vez, já foi associada a déficits na atenção, memória, aprendizado verbal — em casos de um uso mais intenso ao longo da vida, pode haver consequências mais sérias, como dano no córtex pré-frontal e psicose.

"A associação entre cannabis e cocaína é um fenômeno atual e relevante que inclui ações misturadas das drogas e interações frequentemente desconhecidas", diz o artigo sobre a combinação entre as drogas.

No estudo com os 123 dependentes e voluntários, os pesquisadores perceberam também que, quanto mais cedo na vida estes pacientes começaram a usar maconha e cocaína, maiores as chances de recaída. Segundo os autores, isto vai ao encontro de uma literatura que já vem mostrando de forma consolidada que o uso precoce destas drogas tem efeito importante no desenvolvimento do cérebro e em distúrbios psiquiátricos, além de estar associado a níveis mais baixos de sucesso escolar e empregabilidade.

"O amadurecimento biológico do cérebro está muito forte na adolescência e pode ser muito abalado pelo uso de substâncias tóxicas como a maconha", diz Cunha.

Para os autores, apesar de focado em dependentes em cocaína, o estudo traz indicações sobre os efeitos da maconha fumada para um público mais geral.

"A maconha é a droga conhecida que tem maior poder para desencadear sintomas psicóticos. Isso é bastante consolidado. E linhagens de maconha com mais THC estão mais associadas a sintomas — é uma relação praticamente estatística", diz Oliveira Júnior.

Por Mariana Alvim, BBC, via G1

Secretaria de Esportes inscreve para projeto Futsal nas Férias

A secretaria municipal de Esportes e Lazer está com inscrições abertas para o projeto "Futsal nas Férias", que tem objetivo de promover uma competição esportiva para nossas crianças e adolescentes neste período de férias escolares.

São três categorias: Sub-11, Sub-13 e Sub-15. Os pais ou responsáveis devem inscrever seus filhos até próxima sexta-feira (17) na sede da secretaria, que funciona no Centro de Treinamento.

Na próxima segunda-feira (20) acontecerá o Congresso Técnico e na quarta-feira (22) a competição será iniciada.

Todos os jovens de nossa cidade são convidados a participar da competição, que tem inscrição gratuita.

Secretaria de Cultura divulga regras para a eleição Conselho Municipal de Política Cultural

A secretaria municipal de Cultura de Santa Cruz lançou, nesta segunda-feira (13), o regulamento para eleição dos novos membros do Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC).

O processo democrático escolherá os membros representantes da sociedade civil, artistas e das repartições do poder púbico estadual e federal, sediadas no município de Santa Cruz.
Via http://www.santacruz.rn.gov.br
CLIQUE AQUI e acesse o regulamento completo

Governo alerta que RN e mais 10 estados podem ter surto de dengue em 2020

Todos os estados do Nordeste, assim como Espírito Santo e Rio de Janeiro, poderão ter um surto de dengue a partir de março de 2020, afirma o Ministério da Saúde.

“A dengue é uma doença sazonal e o quadro é dinâmico e pode mudar em pouco tempo, mas, no momento, os nove estados do Nordeste e as regiões do Sudeste com grande contingente populacional pouco afetadas em 2019 estão no nosso alerta”, afirmou ao G1 o porta-voz do Ministério da Saúde, Roberto Said.

O Brasil registrou 1.544.987 casos de dengue no ano passado, com 782 mortes, segundo dados da pasta, um aumento de 488% em relação a 2018, um ano considerado atípico pelo Ministério.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Site recomendado:

Brasil

PARCEIROS DO BLOG - LEIA TAMBÉM

Restaurante em Santa Cruz,RN

Restaurante em Santa Cruz,RN
SAIBA mais clicando na imagem!