Clique aqui na imagem para acessar a Delegacia Virtual da Mulher.

ÁGUA DE CHEIRO - SANTA CRUZ,RN

ÁGUA DE CHEIRO - SANTA CRUZ,RN
R. Amaro Cavalcante, 44,próximo a Igreja Matriz

Santa Cruz tem REDECON

Canaã Modas

Canaã Modas

23 de jan. de 2021

Santa Cruz e região Trairi ganha laboratório de testes Covid-19 na FACISA/UFRN

A partir de segunda (25/01) os testes moleculares para COVID-19 de todos os municípios do Trairi serão realizados no Laboratório de Análises Moleculares Avançadas (AMALab) da FACISA-UFRN.

Na articulação entre V URSAP, FACISA e LACEN ficou definido que inicialmente o laboratório fica apenas com os municípios do Trairi e posteriormente para abranger toda região ficará também com o Potengi. 

O objetivo é diminuir a demanda do LACEN como também garantir que os municípios tenham acesso mais rápido e fácil já que não enviarão para a capital do estado.

A descentralização dos testes faz parte da Regionalização e é um grande ganho para a população da 5ª Região.



22 de jan. de 2021

Prêmios de loterias não resgatados somam R$ 312 milhões em 2020

Pode parecer improvável que alguém ganhe na loteria e não retire o prêmio. Porém, casos assim são tão comuns que, só em 2020, R$ 311,9 milhões em prêmios deixaram de ser resgatados, segundo dados da Caixa Econômica Federal. O valor, porém, é 6% menor que o acumulado em 2019.

O valor esquecido de prêmios da Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteca, Lotogol e Federal foi o menor dos últimos 5 anos em termos nominais (sem considerar a inflação). Mesmo assim, os prêmios não resgatados nesse período somam R$ 1,62 bilhão.

Para onde vai o dinheiro?

Quando os ganhadores não retirem o prêmio em até 90 dias, os valores são repassados integralmente ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Segundo a Caixa, as regras valem para todas as modalidades da loteria.

"Em 2020 foram repassados ao FIES R$ 311,9 milhões, considerando todas as modalidades e faixas de premiação cujo prêmio não foi reclamado no prazo legal. Na maioria das vezes, esse montante decorre da soma de prêmios de pequeno valor", informou a Caixa em nota ao G1.

O Fies é o programa federal de financiamento para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas. Neste ano, as inscrições poderão ser feitas entre os dias 26 e 29 de janeiro.

A Caixa acrescentou que informa "constantemente" sobre os prazos e formas de recebimento dos prêmios. "Para divulgação das informações de recebimento de prêmios são utilizados cartazes nas lotéricas, mensagens nos volantes de aposta, no bilhete original de aposta e no site da Caixa na Internet", afirmou.

Repasses das arrecadações

Assim como os prêmios não resgatados, a Caixa também é responsável pelo repasse das arrecadações geradas pelas apostas. Os valores são distribuídos para áreas como Cultura, Saúde, Educação, Segurança, Esportes, Seguridade e outros.

"Além de alimentar os sonhos de milhões de apostadores, as Loterias Caixa constituem uma importante fonte de recursos para fomentar o desenvolvimento social do Brasil", diz a instituição.

Segundo a Caixa, o montante total de recursos repassados pelas Loterias aos beneficiários legais (saúde, educação, segurança, esporte, etc) somou R$ 8,05 bilhões e foi o maior da história, 1,6% acima do repassado em 2019 (recorde anterior).

A Caixa ainda não divulgou o balanço final da arrecadação das loterias federais em 2020. No acumulado nos 9 primeiros meses do ano passado, a venda de bilhetes de apostas somou uma receita de R$ 11,8 bilhões, o que representa uma queda de 2% na comparação do mesmo período de 2019, quando as loterias arrecadaram R$ 12,1 bilhões.

Como exemplo, veja abaixo como é distribuída a arrecadação da Mega-Sena:

-Prêmio Bruto: 43,35%
-Seguridade Social: 17,32%
-Fundo Nacional da Cultura: 2,92%
-Fundo Penitenciário Nacional: 1%
-Fundo Nacional de Segurança Pública: 9,26%
-Ministério do Esporte (Ministério da Cidadania): 2,46%
-Fenaclubes: 0,04%
-Secretarias de esporte, ou órgãos equivalentes, dos Estados e do Distrito Federal: 1%
-Comitê Brasileiro de Clubes: 0,50%
-Confederação Brasileira do Desporto Escolar: 0,22%
-Confederação Brasileira do Desporto Universitário: 0,11%
-Comitê Olímpico do Brasil: 1,73%
-Comitê Paralímpico Brasileiro: 0,96%
-Despesas de custeio e manutenção: 19,13%

Por Darlan Alvarenga e Guilherme Fontana, G1

Lei sancionada institui Conselho Estadual voltado para população LGBTI+

A Lei Estadual de nº 10.850 de autoria da Deputada Estadual Isolda Dantas, sancionada em 21 de janeiro de 2021, institui o Conselho Estadual de Políticas Públicas de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, órgão colegiado, autônomo e permanente de caráter consultivo, deliberativo e fiscalizador, vinculado à Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (SEMJIDH).

Dentre suas atribuições, o principal objetivo do Conselho é atuar na promoção e construção de políticas públicas de cidadania e defesa dos direitos, assim como contribuir no combate à discriminação e violência contra a população LGBTI+.

PUBLICIDADE:


21 de jan. de 2021

Governadora do RN sanciona lei que proíbe corte de água, luz, telefone e gás em fins de semana e feriados

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), sancionou uma lei que proíbe as empresas de fornecimento de água, energia, telefone e gás canalizado de cortarem o abastecimento para clientes inadimplentes às sextas-feiras, fins de semana e feriados.

A norma, que tinha sido aprovada pela Assembleia Legislativa, entrou em vigor nesta quinta-feira 21, com a publicação dos detalhes no Diário Oficial do Estado. O autor do projeto é o deputado Francisco do PT.

A partir da publicação da lei, o corte no fornecimento para consumidores em dívida só poderá ocorrer entre segunda e as 16h da sexta-feira, exceto feriados.

A exceção fica para os casos de corte de ligações clandestinas, acidentes envolvendo a rede de abastecimento ou eventuais manutenções preventivas – neste último caso, precisam ser comunicadas previamente aos consumidores.

Além disso, a lei define que “o corte do fornecimento de água, energia elétrica, gás canalizado e telefone por falta de pagamento das tarifas respectivas somente poderá ocorrer mediante prévia comunicação por parte da empresa prestadora do serviço ao consumidor, exigindo-se para tanto, a presença de algum morador ou familiar na residência, para que possa ser assinado o termo de notificação do corte”.

As penas previstas para as empresas que descumprirem a lei variam de aplicação de multa até cassação de licença para operação.

Agora RN/ Via https://radiosantacruzam.com.br

Mais 17 casos foram confirmados para Covid-19 em Santa Cruz nesta quinta-feira(21)

A Prefeitura de Santa Cruz, através dos setores de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde e Hospital Municipal Aluizio Bezerra, informa o Boletim Epidemiológico para esta quinta-feira (21). 

Nas últimas 24 horas, 17 casos foram confirmados para Covid-19 em Santa Cruz, e foram registrados casos descartados e suspeitos. 

O Hospital Municipal Aluizio Bezerra tem 07 pacientes internados, sendo 03 deles em leitos clínicos e 04 em leitos de UTI Covid. Reforçamos a importância do isolamento social, quando for possível, e as medidas de distanciamento social necessárias para o controle do Coronavírus em Santa Cruz.


Morre Robério uma pessoa muito conhecida em Santa Cruz e região

Encontrado sem vida em sua residência na manhã desta quinta-feira(21), o corpo de Robério Luiz de Melo; uma pessoa muito conhecida em Santa Cruz e região. Corpo está sendo velado na funerária Uniplan, próximo a prefeitura municipal de Santa Cruz, no centro, e sepultamento ocorrerá na manhã desta sexta-feira(22) às 10 horas. 

O blog Heriberto Rocha:  Que Deus console o coração de todos, em especial Mayara Melo, Ritoca Melo , Mayana, Maria do Socorro e toda família. 

 

Incêndio na maior fábrica de vacinas do mundo mata 5 na Índia

Um incêndio atingiu um edifício do Instituto Serum, a empresa da Índia que produz vacinas com tecnologia da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, nesta quinta-feira (21), na cidade de Pune. Pelo menos cinco pessoas morreram. 

A unidade que pegou fogo faz vacinas contra o rotavírus. O incêndio não atinge o estoque de vacinas de Covid-19 e nem a fábrica onde elas são produzidas.

O estoque de vacinas e a indústria onde elas são feitas estão seguras, segundo o jornal "Times of India". Atualmente, o Instituto Serum produz cerca de 50 milhões de doses da vacina por mês em outras unidades do complexo.

Cinco pessoas morreram no incêndio, segundo o "Times of India". O prefeito da cidade de Pune, Murlidhar Mohol, disse que os mortos são provavelmente trabalhadores de construção civil que estavam no prédio.

O diretor-executivo da empresa, Adar Poonawalla, confirmou que houve mortes.

A empresa também vai começar a produzir as vacinas desenvolvidas pela empresa norte-americana Novavax.

Poonawalla afirmou que a unidade que pegou fogo produz vacinas para o rotavírus. Ele estima que a perda nessa linha de produção será de até 40% do volume de doses.

As redes de TV indianas mostram uma coluna de fumaça cinza acima da sede da empresa.

Em uma rede social, Poonawalla, o diretor-executivo, agradeceu a todos pela preocupação e pelas orações.

Os bombeiros afirmaram que ao menos cinco caminhões foram enviados para combater o fogo no prédio e que o incêndio foi controlado.

Ainda não se sabe o que causou o incêndio, mas o prefeito disse que o fogo pode ter começado com um trabalho de soldagem.

O Instituto Serum é o maior fabricante de vacinas do planeta. Lá são produzidas 1,5 bilhão de doses para várias doenças, de poliomielite a caxumba. A estimativa é que seis em cada dez crianças no mundo recebam pelo menos uma vacina fabricada pela empresa indiana.
Informações: https://g1.globo.com

Programa "Zeca pelo Brasil" Band Verão desta quinta-feira (21)exibirá Santa Cruz em rede nacional

O turismo religioso de Santa Cruz será um dos destaques do programa "Zeca pelo Brasil" desta quinta-feira (21). A atração faz parte do projeto Band Verão exibido em rede nacional.

Comandado pelo jornalista e apresentador Zeca Camargo, a atração vai mostrar todo o potencial turístico potiguar, das belezas naturais ao turismo religioso que é desenvolvido na capital do Trairi.

“Pra gente essa exibição é extremamente importante. Foram feitas imagens do Santuário de Santa Rita e do Complexo Cultural Santá, e essa divulgação com certeza chegará até milhares de pessoas do Brasil inteiro que ainda não conhecem o nosso destino. 

O turismo necessita de mídia, sobretudo, em um momento tão difícil que estamos atravessando, em virtude da pandemia”, ressaltou a secretária de Turismo de Santa Cruz/RN, Marcela Pessoa.

O "Zeca pelo Brasil" vai ao ar a partir das 22h45 e vai até 00h00 na rede Bandeirantes de televisão.

Santa Cruz: Após ato simbólico abrindo oficialmente a campanha, quase 100 profissionais de saúde já foram vacinados contra a Covid-19

O primeiro dia da Campanha de Vacinação contra a Covid-19 foi um sucesso em Santa Cruz. Após ato simbólico abrindo oficialmente a campanha, quase 100 profissionais de saúde do grupo prioritário se dirigiram a Unidade Básica de Saúde do DNER na tarde desta quarta-feira (20) para serem imunizados. 

Foram 99 profissionais de saúde vacinados, o que equivale a 23% da meta de vacinar 430 profissionais de saúde. A Campanha de Vacinação contra a Covid-19 segue nos próximos dias, enquanto todos os profissionais desta etapa sejam vacinados.

INSS: o que muda nas regras para pedir aposentadoria e pensão em 2021

A reforma da previdência completou um ano em novembro de 2019 e trouxe uma série de mudanças para o brasileiro conseguir a aposentadoria. Entre elas, há as regras de transição que terão mudanças em 2021. Além disso, portaria divulgada no final de dezembro do ano passado aumentou as faixas etárias de beneficiários para recebimento da pensão por morte.

As regras transitórias para aposentadoria são uma espécie de "meio termo" para os segurados que já estavam contribuindo ao INSS antes da reforma, mas que ainda não concluíram os requisitos para dar entrada na aposentadoria.

O objetivo é permitir que os atuais trabalhadores se aposentem antes da idade mínima estabelecida pela reforma (65 anos para homens e 62 anos para mulheres). E o segurado poderá sempre optar pela forma mais vantajosa.

Se o segurado já cumpria os requisitos para se aposentar antes de 13 de novembro de 2019 e ainda não pediu o benefício, ou pediu em data posterior, terá o direito respeitado no momento em que o INSS conceder a sua aposentadoria - e ficam valendo as regras de antes da reforma.

O advogado especialista em Direito Previdenciário e sócio do escritório Aith, Badari e Luchin Advogados, João Badari, alerta que é fundamental que o segurado fique atento às principais mudanças que irão ocorrer neste ano e realize um planejamento adequado.

Veja o que muda na pensão por morte e nas regras de transição para aposentadoria em 2021, de acordo com Badari:

Pensão por morte

O governo estabeleceu no final do ano passado nova regra para a pensão por morte, que acrescentou um ano em cada faixa etária para o recebimento do benefício por cônjuges e companheiros. 

A regra vale para óbitos ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2021, de acordo com as seguintes faixas etárias:

se tiver menos de 22 anos de idade, a pensão será paga por 3 anos;
se tiver entre 22 e 27 anos de idade, a pensão será paga por 6 anos;
se tiver entre 28 e 30 anos de idade, a pensão será paga por 10 anos;
se tiver entre 31 e 41 anos de idade, a pensão será paga por 15 anos;
se tiver entre 42 e 44 anos de idade, a pensão será paga por 20 anos;
se tiver 45 anos ou mais, a pensão será vitalícia.

Para óbitos ocorridos até 31 de dezembro de 2020, continuam valendo as regras anteriores, mesmo que o pedido da pensão por morte seja feito neste ano.

Se o segurado faleceu em dezembro de 2020, e sua esposa tinha 44 anos, por exemplo, o pagamento da pensão será vitalício. Se o óbito ocorrer em janeiro de 2021, a pensão só será vitalícia se a esposa tiver 45 anos na data do falecimento do seu marido. Se tiver 44 anos, receberá o benefício por 20 anos.

Para ter direito é preciso que o segurado tenha contribuído por 18 meses antes do óbito e pelo menos dois anos após o início do casamento ou da união estável.

Transição por sistema de pontos

Pelo chamado sistema de pontos, o trabalhador deverá alcançar uma pontuação que resulta da soma de sua idade mais o tempo de contribuição. O número está em 87 para as mulheres e 97 para os homens, respeitando o tempo mínimo de contribuição (35 anos para homens e 30 anos para mulheres). A transição prevê um aumento de 1 ponto a cada ano, chegando a 100 para mulheres (em 2033) e 105 para os homens (em 2028).

Em 2021, o número passará para 88 pontos para mulheres e 98 pontos para os homens. Por exemplo, se em 2020 uma mulher com 57 anos de idade e 30 de contribuição poderia se aposentar, em 2021 será preciso ter, no mínimo, 58 anos de idade e 30 de contribuição (poderá dar entrada também com 57 anos e 6 meses de idade e 30 anos e 6 meses de contribuição, ou 57 anos de idade e 31 de contribuição.)

A regra tende a beneficiar quem começou a trabalhar mais cedo. É aplicável para qualquer pessoa que já está no mercado de trabalho e é a que atinge o maior número de trabalhadores.

O valor da aposentadoria seguirá a regra de 60% do valor do benefício integral por 15 anos de contribuição para mulheres e 20 para os homens, crescendo 2% a cada ano a mais. O percentual poderá passar de 100% do salário médio de contribuição, mas o valor é limitado ao teto do INSS (atualmente em R$ 6.101,06).

Transição por tempo de contribuição + idade mínima

Nessa regra, a idade mínima começa em 56 anos para mulheres e 61 para os homens, subindo meio ponto a cada ano até que a idade de 65 (homens) e 62 (mulheres) seja atingida. Em 12 anos acaba a transição para as mulheres e em 8 anos para os homens. Nesse modelo, também é exigido um tempo mínimo de contribuição: 30 anos para mulheres e 35 para homens.

Em 2021, as mulheres precisarão ter 57 anos e os homens, 62 anos, com o mínimo de 35 anos de contribuição para os homens e 30 para as mulheres.

A remuneração será calculada a partir da média de todos os salários de contribuição, com a aplicação da regra de 60% do valor do benefício integral por 15/20 anos de contribuição, crescendo 2% a cada ano a mais. O percentual poderá passar de 100% do salário médio de contribuição, mas o valor é limitado ao teto do INSS (atualmente em R$ 6.101,06).

Transição por idade

Nessa regra, para os homens, a idade mínima continua sendo de 65 anos. Para as mulheres começa em 60 anos. Mas, desde 2020, a idade mínima de aposentadoria da mulher é acrescida de seis meses a cada ano, até chegar a 62 anos em 2023. O tempo mínimo de contribuição exigido é de 15 anos para ambos os sexos.

Portanto, a mudança nessa regra de transição é só para as mulheres, que terão que completar 61 anos em 2021. A remuneração será calculada a partir da média de todos os salários de contribuição, com a aplicação da regra de 60% do valor do benefício integral por 15/20 anos de contribuição, crescendo 2% a cada ano a mais. O percentual poderá passar de 100% do salário médio de contribuição, mas o valor é limitado ao teto do INSS (atualmente em R$ 6.101,06).

Transição com pedágio de 50%

Nessa regra, quem estava a, no máximo, 2 anos de cumprir o tempo mínimo de contribuição (35 anos para homens e 30 anos para mulheres) na data da aprovação da reforma, poderá se aposentar sem a idade mínima, mas vai pagar um pedágio de 50% do tempo que falta. Por exemplo, quem estiver a um ano da aposentadoria deverá trabalhar mais seis meses, totalizando um ano e meio.

Neste caso nada muda. Isso porque o segurado continuará tendo que cumprir os 50% de pedágio.

Porém, nesta regra incide o fator previdenciário - fórmula matemática que envolve três fatores: idade no momento da aposentadoria, tempo de contribuição e a expectativa de sobrevida calculada pelo IBGE no ano em que a aposentadoria foi requerida.

As projeções do IBGE mostram que a expectativa de vida ao nascer cresce a cada ano, com base em projeções demográficas que analisam a população como um todo. E, à medida que a expectativa de sobrevida (por quanto tempo as pessoas viverão após determinada idade) também sobe, com as pessoas vivendo mais, essa tendência reduz o valor da aposentadoria pelo fator previdenciário. Ou faz com que o segurado tenha de trabalhar mais para ter o mesmo benefício.

Como a tabela de expectativa de vida subiu recentemente, o trabalhador terá que trabalhar cerca de 2 meses a mais em 2021 para compensar o fator previdenciário e manter o mesmo benefício que receberia antes de dezembro de 2020. Ou o fator previdenciário poderá prejudicar o segurado e reduzir o valor final do benefício em até 40%.

O valor do benefício será a média das 100% maiores contribuições, reduzido pelo fator previdenciário.


Via https://g1.globo.com

20 de jan. de 2021

Ninguém acerta as seis dezenas da Mega Sena sorteio realizado nesta quarta-feira(20); confira os números

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 2.336 da Mega-Sena, sorteados nesta quarta-feira (20) em São Paulo. O prêmio acumulou e o próximo sorteio, que será realizado no sábado (23) pode pagar R$ 22 milhões para a aposta vencedora.

Veja as dezenas: 08 - 10 - 20 - 27 - 28 - 50

A Quina teve 75 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 32.688,93.
A Quadra teve 4.701 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 745,02.

Golpistas clonam contas no Whatsapp com falsa pesquisa sobre Covid-19 no RN; polícia faz alerta

Criminosos se passaram por pesquisadores do Ministério da Saúde para aplicar um golpe e roubar contas de Whatsapp de potiguares. O crime não para por aí. Ao ter acesso ao aplicativo, os golpistas se passam pela vítima e pedem dinheiro a conhecidos, que podem se tornar novas vítimas.

Esse é mais um entre golpes cibernéticos que vêm sendo investigados pela Polícia Civil do Rio Grande do Norte, que alerta para cuidados na hora de atender a uma pesquisa ou realizar compras pela internet, por exemplo.

A jornalista Michelle Rincon foi uma das pessoas que caíram no golpe, na segunda-feira (18). De acordo com ela, uma pessoa ligou se passando por um pesquisador, que faria perguntas para um estudo que posteriormente seria publicado no site do Ministério da Saúde.

Os criminosos fizeram cinco perguntas rápidas, relativas ao coronavírus. Para finalizar a conversa, no entanto, solicitaram números que seriam enviados por SMS para validar a pesquisa. No entanto, o número que chegou era o código de segurança do aplicativo Whatsapp para mudança de telefone.

"Eram cinco perguntas. Depois me pediram uns números para validação da pesquisa, enviados por SMS. Eu displicentemente dei e caí no golpe. Me achando tão precavida e sabida, caí no golpe do Whatsapp", contou.

Michelle ainda usou as redes sociais para informar o caso a amigos, porém, não foi o suficiente para impedir a segunda etapa do golpe. Os criminosos entraram em contato com um amiga dela se passando pela jornalista. No intuito de ajudá-la, a vítima repassou quase R$ 3 mil para uma conta informada pelos criminosos.

Caso semelhante

Dias antes, o também jornalista Thiago César recebeu uma ligação semelhante, de um número do Rio de Janeiro. "Ele (o golpista) fez perguntas bem críveis, sobre estado de saúde, sobre realização de testagem, se tinha tido sintoma, se já tinha testado positivo para Covid. Desenvolveu perguntas nessa linha, descreveu sintomas e perguntou se tive algum nas semanas anteriores", contou.

No final da conversa, o golpista afirmou que enviaria um protocolo por SMS e precisaria desse número para concluir a pesquisa.

"Encontrei uma mensagem. Olhei rapidamente, porque estava fazendo outras coisas na hora, vi que o número tinha apenas 4 dígitos e acabei dizendo. Achei estranho, porque um protocolo geralmente não é tão curto. Voltei para a mensagem e vi que era uma mensagem em outro idioma e que era para mudança de aparelho do Whatsapp", disse.

Também já era tarde, o golpista já tinha usado o número para ter acesso ao Whatsapp de Thiago. Felizmente, o jornalista afirmou que ninguém enviou dinheiro para os golpistas. "Falei logo para os meus pais e informei nas redes sociais".

Investigação

Nos dois casos, as vítimas afirmaram que ainda fariam o registro da ocorrência na Polícia Civil. Para o delegado Marcuse Cabral, titular da Delegacia de Defraudações, a medida é muito importante para que os investigadores possam ter conhecimento da quantidade de casos e o modo de ação dos criminosos, com objetivo de prendê-los.

Porém, quando se trata desses golpes "menores", a investigação é descentralizada. A Delegacia de Defraudações só atende casos cujos valores ultrapassem 30 salários mínimos - equivalentes atualmente a cerca de R$ 30 mil. Nas demais ocorrências, as investigações ficam a cargo das delegacias distritais, ou seja, dos bairros onde as vítimas moram.

O G1 solicitou dados sobre a quantidade de denúncias desse tipo formalizadas na Polícia Civil, mas não recebeu os números.

O delegado Marcuse aponta que são pelo menos dois crimes praticados nos casos citados. "O golpe do Whatsapp é o meio. É um crime de fraude com objetivo de se praticar outro crime que é o estelionato, quando ele engana outra pessoa para receber o dinheiro", aponta.

Um dos problemas apontados pelo delegado é que, além de terem uma investigação complexa, os golpes possuem penas brandas. A clonagem de um aplicativo, por exemplo, tem uma pena inferior a um ano e, portanto, o golpista sequer ficaria preso, ao ser detido.

Por isso o delegado diz que o melhor é a prevenção. No caso do Whatsapp, por exemplo, ele recomenda a autenticação de dois fatores, que além do código no SMS, exigiria uma senha definida pelo usuário.

Além disso, o delegado recomenda que as pessoas se certifiquem de que a pesquisa é verdadeira. "Se estiver em dúvida, é melhor não responder, ou responder depois. Ninguém é obrigado a participar de pesquisa alguma", disse.

Para se certificar se a pesquisa é verdadeira, o investigador sugere que as pessoas perguntem onde elas podem ter acesso a mais informações sobre aquela pesquisa, quem são seus coordenadores, procurar pelo assunto no site vinculado à instituição citada, por exemplo. Além disso, é importante evitar clicar em links desconhecidos e ler as mensagens enviadas por SMS, antes de tomar qualquer atitude.

Por Igor Jácome, G1 RN
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Site recomendado:

Brasil

PARCEIROS DO BLOG - LEIA TAMBÉM

Restaurante em Santa Cruz,RN

Restaurante em Santa Cruz,RN
SAIBA mais clicando na imagem!